Camila Proto (Porto Alegre, 1996) é bacharel em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e mestra pelo Programa de Pós-graduação em Artes Visuais (UFRGS) na linha de História, Teoria e Critica.

Seu trabalho, tanto no âmbito poético quanto investigativo,  percorre o universo intersemiótico por meio de propostas participativas e conceituais, criando territórios movediços no entre da linguagem, da ciência e da filosofia, enquanto possíveis traduções da realidade.

Em 2017, participou do Circuito Universitário Internacional da Bienal de Curitiba, onde foi premiada com o segundo lugar pelas instalações interativas-sonoras "Signos" e "Língua-mãe". Em 2019, participou do NIME (International Conference of New Interfaces for Musical Expression), em Porto Alegre, com a instalação "Ilha Sonora", qual também foi selecionada para o Prêmio de Arte Contemporânea da Aliança Francesa e premiada pelo edital CoMciência do MMGerdau, em Belo Horizonte. Ainda este ano, foi contemplada com o edital de residência artística do Vila Flores, onde realizou o projeto "Zona de Escutas", mapeando o imaginário sonoro literário da América Latina, e convidada a assinar uma série de podcasts para o 6˚ Festival Kino Beat – Arte em Movimento. Em 2020, foi indicada ao 13º Prêmio Açorianos de Artes Plásticas na categoria Destaque em artista início de trajetória. Foi novamente selecionada como finalista do Prêmio de Arte Contemporânea da Aliança Francesa, e convidada para participar do 10 Festival Novas Frequências, no Rio de Janeiro. Também realizou a intervenção "Através" na fachada da Fundação Iberê Camargo, em parceria com a historiadora Ane Valls. Selecionada pelo comitê de curadoria do Museu de Arte do Rio Grande do Sul para realizar sua primeira individual no museu, que será montada em 2021 devido à atual pandemia.

___________________________________

Visual artist. Holds a Master degree in Visual Arts by the Federal University of Rio Grande do Sul (2018-2020, BRA). Her most relevant exhibitions were the International Universitary Circuit of the Curitiba's Biennalle (2017, Curitiba), the Contemporary Art Prize of the French Alliance (2019 and 2020, Porto Alegre), and the International ComCiência show (2019, Belo Horizonte). Has been nominated for the XIII Açorianos Prize of Plastic Arts (2020, Porto Alegre), in the category of "Early career artist".